Hospital INC - Instituto de Neurologia de Curitiba

Funcionários de hospital de Curitiba encaram desafio do emagrecimento e eliminam 150 kg

Ao identificar que uma parte significativa dos colaboradores apresentava sobrepeso ou estava obesa, 41% e 20%, respectivamente, o Hospital INC, de Curitiba, decidiu buscar formas de cuidar da sua equipe, incentivando-a adotar uma dieta mais equilibrada e, consequentemente, ganhar saúde e mais qualidade de vida. Na edição deste ano, 67 funcionários participaram e conseguiram eliminar 150 kg.

Além de informação, foi preciso criar mecanismos que motivassem as pessoas a se alimentarem melhor e a perder peso. E assim, em 2017, a instituição criou o Desafio de Emagrecimento para envolver os funcionários que precisam de uma ‘forcinha’ para perder os quilos extras.

De lá para cá já, foram realizadas quatro edições do Desafio, com a participação de 152 funcionários – dos cerca de 500 colaboradores do hospital – na sua maioria, selecionados conforme dados de peso, altura e comorbidades. Se somar o total de peso perdido em todas as edições, chega a quase 500 quilos.

O programa do Desafio dura cerca de dois meses, e conta com a coordenação da equipe de Nutrição Clínica, Gastronomia e Hospitalidade do INC, que realizam palestras de encorajamento para os participantes, repassam orientações para conquistar mudanças alimentar, dicas para manter a hidratação e não repetir a refeição, e também para evitar comidas gordurosas, frituras e alimentos adoçados.

Para ter uma melhor aderência dos colaboradores, o Desafio apresenta algumas regras que podem ser motivo de desclassificação, caso não sejam cumpridas: seguir à risca as orientações nutricionais, realizar a pesagem mensal, além de ser obrigatório perder peso. Neste ano, 67 colaboradores, com idade entre 18 e 67 anos, participaram do Desafio de Emagrecimento.

“Com a pandemia, observamos um aumento de peso associado à ansiedade em muitos funcionários. Cerca de 32% dos nossos funcionários apresentaram obesidade em 2021. Por isso, decidimos fazer um Desafio esse ano que pudesse atender todos os inscritos (sobrepeso e obeso). O resultado foi excelente, muitos conseguiram perder peso”, informa a nutricionista clínica do INC, Michele Cury.

A analista de Qualidade Jéssica Poczenek, 26, participou do desafio em busca de bem-estar e harmonia com o corpo. “Foi desafiador. A mudança tem que partir de si mesma, e começa ao aceitar que você está precisando de ajuda”, conta a colaboradora que melhorou a alimentação, passou a comer mais frutas e verduras, e perdeu 4,7 quilos em 60 dias.

“As maiores dificuldades foram com a própria alimentação, no período da noite. Criar o hábito de comer bem e na a quantidade correta, com os familiares não colaborando com meu novo hábito, não é muito fácil. Mas valeu a pena, já percebo a mudança no meu corpo e na minha saúde, além de disposição para a prática de exercícios”, relata Jéssica que tem a meta de perder mais quatro quilos.

A auxiliar de higiene, Judite Castilho, 54 anos, participou pela segunda vez do Desafio. Neste ano, com o objetivo bem claro do que queria, não só perder peso, mas também conquistar qualidade de vida e saúde, ela conseguiu fazer mudanças importantes na alimentação e inseriu atividades físicas na rotina.

“Estou fazendo caminhadas e convenci o meu marido a ir junto. Reduzi as porções de comida, inclui mais frutas e verduras, e retirei completamente fritura, farináceos e doces. Sou outra pessoa. Tenho mais disposição para o trabalho e para a vida, melhorou até as dores que eu sentia em função da fibromialgia”, conta Judite que perdeu 8 quilos em 60 dias.

Confira aqui!

Fonte: Bem Paraná - 09/07/2021